quinta-feira, 21 de agosto de 2008

A influência da Segmentação de Mercado no Planejamento de Marketing


Neste item será mostrada a importância de segmentar o mercado e aprofundar o conhecimento em um determinado grupo de clientes. Será explicado como realizar uma segmentação de mercado e em que grupos poderá ser dividido o mercado. Determinar como essa segmentação de mercado pode influenciar no MIX de Marketing da empresa.

O papel do profissional de marketing no mercado é de encontrar maneiras de alcançar os objetivos de vendas da organização. Essa tarefa é realizada através de complexas combinações envolvendo o MIX de Marketing: Produto, Preço, Praça e Promoção. Onde é importante para as organizações conhecer e principalmente entender todos os hábitos de consumo de seus clientes. Para identificar esses hábitos colocamos em prática a Segmentação de Mercado. Ela direciona as forças mercadológicas para um determinado grupo de indivíduos, prováveis consumidores do produto, estudando e compreendendo seus hábitos de consumo, para assim definir a estratégia da empresa quando ao seu MIX de Marketing.

Alguns pesquisadores da área afirmam que para satisfazer as necessidades de um individuo, o trabalho é mais fácil, pois o produto será adaptado a algumas necessidades especificas. Já para a produção em massa que atingi milhões de consumidores o trabalho é mais difícil. Por isso a segmentação de mercado pode ajudar as organizações a desenvolver e comercializar produtos que se aproximem a satisfação do mercado-alvo. A empresa poderá atender melhor uma fatia de mercado na qual possa oferecer um produto mais especifico e que se assemelhe a aquilo que o consumidor quer e deseja, ao contrario da concorrência que faz um produto para atender a todo o grupo. Para um aprofundamento melhor é necessário responder a três perguntas: Quem está Comprando? O que está Comprando? E Porque está Comprando?

Para Ries e Troou (1986), a empresa deve encontrar um mercado bastante pequeno que possa defender. Isso pode ser geograficamente pequeno, em volume ou outro aspecto difícil para uma grande empresa atacar. A empresa de “guerrilha” (como define os autores), não modifica uma “guerra de marketing”, onde a empresa grande bate à pequena, porem reduz o campo de batalha para obter uma superioridade de forças, ou seja, “tenta tornar-se um peixe grande em um pequeno açude”. Um segmento de mercado possui indivíduos que tem a mesma necessidade comum. Ao agrupar esses indivíduos (clientes), fica mais fácil satisfazer suas necessidades.
em

2 comentários:

Amigos do Grêmio disse...

Parabens pelo assunto escolhido, ficou beleza....

Geiziele Sonaglio, Camila Lazzari e Leila Lazzari disse...

oiii!parabens o trabalho ficou mto bom....otimo assunto abordado.....